domingo, 17 de julho de 2011

melodia

revolta arde no peito
no  desabrochar da inocência
ânsias que assustam face à dúvida

cores consumidas
espinhos quebrados

sentir teu fio sangrar meu calor
na alma a dor da incoerência
na mente o questionamento inflexível

nessa madrugada certa aflição conduzirá meus sonhos
mesmo que eu tenha certeza da melodia que me condiz

2 comentários:

  1. Pow, muito boa, gostei pra caramba, dela toda em si, muito boa mesmo,
    gostei, parabéns!!!!
    bjs

    ResponderExcluir